Sudeste Export debate privatizações dos portos da região

Presidentes dos três portos da região foram convidados para o debate, que integra o evento previsto para os dias 19 e 20 de outubro; inscrições estão abertas

Pela importância que representa para a balança comercial brasileira, a desestatização do porto de Santos, prevista para 2022, será um marco para o setor e para a retomada da economia. Além de ser o maior complexo portuário da América Latina, representa quase um terço das trocas comerciais brasileiras.

A privatização do porto de Santos integra um amplo projeto em curso pelo governo federal de buscar um modelo mais eficiente de gestão, flexível e que amplie o potencial de investimentos por meio de recursos privados para a gestão dos portos brasileiros. O resultado esperado é o de modernização e melhoria dos serviços, aumento da competitividade e incorporação das melhores práticas internacionais.

Para colaborar nesse debate, e já que os portos de Vitória e São Sebastião também estão inseridos no PPI (Programa de Parcerias de Investimentos) da Presidência da República, o Sudeste Export realiza o painel “Os caminhos para a desestatização dos portos do Sudeste”, que integra a programação do evento, previsto para os dias 19 e 20 de outubro, em São Paulo. Entre os temas a serem discutidos estão o impacto comercial entre os portos da região, os serviços essenciais e a desestatização e a realidade dos modelos internacionais em relação ao Brasil.

As inscrições para os debates são gratuitas e é necessário apenas se cadastrar neste endereço http://bit.ly/InscriçõesSudesteExport para receber o link de acesso e assistir. O evento conta com apoio institucional do Ministério da Infraestrutura.

A moderação do painel será do advogado Marcelo Sammarco (foto), conselheiro do Sudeste Export. Especializado em direito marítimo, portuário e regulatório, ele é sócio da Sammarco Advogados Associados, patrocinadora do Sudeste Export.

Um dos aspectos a se observar é que esses portos, em especial o de Santos, mantenham as medidas de saneamento em curso para se tornarem atraentes aos olhos da iniciativa privada. Outro é o de entender qual é o melhor modelo, o que já está sendo alvo de estudos por um consórcio contratado para esse fim. Esse modelo pode incluir opções como a privatização integral ou uma oferta pública de ações”, afirmou Sammarco.

A formatação dos painéis é feita da seguinte forma: dois conselheiros são responsáveis pela apresentação e moderação. Eles recebem convidados presencial ou virtualmente para debater o assunto proposto. Se a opção for presencial, a organização já tomou todas as medidas necessárias para atender às exigências das autoridades públicas de saúde devido ao novo coronavírus.

A apresentação será de Henry Robinson, presidente do Conselho do Sudeste Export. Os expositores convidados para debater o tema são: Diogo Piloni, secretário nacional de Portos e Transportes Aquaviários do Ministério da Infraestrutura; Julio Castiglioni Neto, diretor-presidente da Codesa (Companhia Docas do Espírito Santo); Fernando Biral, diretor-presidente da SPA (Santos Port Authority); Francisco Antônio de Magalhães Laranjeira, diretor-presidente da CDRJ (Companhia Docas do Rio de Janeiro); e Mario Lievens, diretor do Porto de Antuérpia. (*)

Inscrições

Os debates das etapas regionais do Fórum Brasil Export serão 100% online e gratuitos. Para participar, basta realizar a inscrição no endereço www.forumbrasilexport.com.br para receber o link e assistir. A transmissão será feita pelo aplicativo Zoom.

Patrocinadores

Alemoa S.A., BTP, CNT, CODESA, CDRJ, DP World, Ecoporto Santos, Eldorado Celulose, Piacentini do Brasil, Porto do Açu Operações, Praticagem do Brasil, Sammarco Advogados Associados, Santos Brasil, SOPESP, T-Grao, Unimed Santos

Serviço

Sudeste Export – Fórum Regional de Logística e Infraestrutura Portuária

Atividade: Painel “Os caminhos para a desestatização dos portos do Sudeste”

Data: 14h do dia 20 de outubro (*)

Local: evento online

Inscrições: gratuitas e podem ser feitas no site https://forumbrasilexport.com.br

Acompanhe pelas redes

Instagram: @brasilexport

Facebook: @ForumBrasilExport

Twitter: @brasil_export

(*) Programação sujeita a alterações