Carta do Santos Export 2021

Guarujá, 24 de agosto de 2021

Leitura pelo presidente do Conselho do Santos Export, Ricardo Molitzas

A redação da Carta do Santos Export 2021 seguiu orientações propositivas e busca agregar valor no diálogo entre agentes públicos e privados, em prol de um ambiente competitivo e dinâmico no principal porto da América Latina.

A relevância do Porto de Santos para a economia nacional faz com que mudanças profundas em sua estrutura, como a desestatização, obrigatoriamente sejam bem sucedidas.

Não há dúvidas de que a desestatização é a pauta principal da atual gestão da Santos Port Authority. Gestão que tem o nosso apoio e realiza um trabalho muito competente. Prova disso, é a reversão de resultados alcançados pela atual diretoria.

Precisamos avançar nas discussões importantes relativas à desestatização, tal qual buscamos aqui durante nossos debates. Vários pontos importantes foram levantados, entre eles segurança jurídica e política tarifária.

Enfatizamos, ainda, a importância dos investimentos nos acessos para que as operações suportem o crescimento previsto pelo PDZ.

Outros pontos fundamentais de transformação e que precisam avançar agilmente são a digitalização dos serviços da Autoridade Portuária e a consolidação da agenda ESG, que está mudando a natureza de governança das grandes corporações em todo o mundo.

Em aspecto mais amplo, o Porto de Santos, assim como todo o ecossistema portuário brasileiro, necessita estar inserido em um ambiente de menor burocracia, com redução do “fardo regulatório” hoje encarado pelo setor produtivo e pelos operadores.

Temos visto o Brasil avançar com trâmites mais rápidos para a realização de arrendamentos portuários, incluindo o bem sucedido primeiro leilão de arrendamento simplificado, em área instalada no Porto de Salvador. Estamos certos de que esse é o caminho que deve ser seguido para a melhoria da infraestrutura logística nacional e para um ambiente saudável entre agentes privados.

Também em uma visão macro, os ajustes tributários que há muito o Brasil aguarda são fundamentais para evitar a fuga de investimentos. O Reporto é um item essencial para garantir a modernização e novas tecnologias em nossos portos.

Temos a expectativa de viver um ano melhor em 2022, apesar dos desafios impostos. A nossa contribuição é através da construção de diálogo para as questões que necessitam de direcionamento, sempre buscando um ambiente mais competitivo para o Porto de Santos no futuro. Temos que plantar já para colher lá na frente.

Meu muito obrigado a todos.